(11) 94769-4815 Seg - Sex 09:00 - 18:00
O valor da sua palavra

O valor da sua palavra

Desde muito pequena eu escuto meu pai me dizendo: “Não diga o que você não pode cumprir”. Isto é muito forte para mim e com o passar do tempo fui entendendo a importância de ser assertiva e congruente comigo mesma.

Tornei-me líder muito cedo e aprendi que no mundo corporativo ter suas ações alinhadas a sua palavra te ajuda a ser reconhecido por seus pares e superiores e se tornar a referência em determinado assunto. Isto me fez crescer na carreira e alcançar ainda mais cedo a minha liberdade financeira.

Ao longo da minha carreira recebi muito prêmios de reconhecimento de desempenho e, olhando para trás, todos eles tinham na sua essência a congruência entre o que eu falava e o que eu fazia.

Já tive vários gestores ao longo da carreira e alguns faziam realmente o que falavam e outros diziam uma coisa e faziam outra. Com isso, aprendi que eu sinto mais segurança e respeito por pessoas que estão alinhadas com o seu discurso. Percebi também que os gestores que não são congruentes me deixavam apreensiva e receosa. (Dizer que confia e fazer a checagem de absolutamente tudo o que você entrega em detalhes não significa confiança, concorda?)

Existe uma expressão muito comum no inglês que é “walk the talk” que significa, literalmente, “andar sobre as palavras”, seguir o que se fala. Aqui no Brasil ouvimos muito a frase: “Faça o que eu falo e não faça o que eu faço”. Qual das duas frases faz mais sentido para você? Ser exemplo em atitudes gera mais credibilidade e respeito.

Como líder, você precisa ser o exemplo para a sua equipe. Suas ações são espelhadas ou ignoradas, dependendo da sintonia com a sua fala. Se você tem colaboradores em início de carreira isto é ainda mais importante pela responsabilidade de ensinar, através de suas ações, como ter melhores resultados no mundo corporativo.

Um bom termômetro para sua auto avaliação perante a equipe é fazer uma pesquisa de feedback.

Você já ficou esperando a ligação de alguém que prometeu retornar mais tarde e nada? E uma resposta de entrevista de emprego? Essa inconveniência gerou que sentimento em você? Será que você também já não fez isso?

Hoje me incomoda muito prometer e não cumprir. Confesso, eu já afirmei coisas para ganhar tempo e me livrar da cobrança e depois não consegui realizar. A sensação é chata demais e você enxerga claramente a decepção da pessoa com você. Neste momento, uma parte da confiança se foi, principalmente se esta pessoa não te conhece muito bem.

De que forma você tem vivido? Tem sido congruente na sua vida? Como os seus colaboradores, você dá o exemplo?

Deixe uma resposta

Fechar Menu